SHARENTING : você sabe o que é?

Sharenting, combinação, em inglês, das palavras share (compartilhar) e parenting (parentalidade), é um movimento que cresceu significativamente nos últimos anos e traz um alerta aos pais sobre o hábito de publicar fotos, vídeos e relatos sobre a vida dos filhos nas redes sociais.

Mas, será que não estamos expondo demais a privacidade dos nossos filhos?

O que acaba ocorrendo é que os pais não conseguem mensurar o impacto dessa exposição, e acabam compartilhando excessivamente a rotina da criança.

Só que os compartilhamentos em redes sociais alcançam dimensões que sequer imaginamos e podem chegar até pessoas de má índole (pense aqui, nas questões relacionadas à pedofilia, uso indevido de identidade etc.)

Sabemos que tudo é feito com carinho pelos pais, mas o compartilhamento exagerado da imagem da criança é um ponto que precisamos refletir e ficar atentos.

Algo que você, pai ou mãe, deve pensar é que nem sempre o que agrada você pode agradar seu filho também.

Quando tomamos consciência disso, também seremos conscientes dos demais riscos de compartilhar informações online. E quando compartilhamos coisas que podem ser embaraçosas para eles, devemos pensar como nos sentiríamos se tal compartilhamento fosse sobre nós mesmos.

A UNICEF, no ano de 2017, incluiu a privacidade como direito fundamental das crianças. No Brasil, o art. 17 do Estatuto da Criança e do Adolescente aborda sobre a autonomia, privacidade e o cuidado com a imagem da criança, assim como há previsão sobre o tratamento de dados pessoais de crianças e de adolescentes na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais.

Não é para parar de postar fotos de seu filho, mas questionar se a imagem pode afetá-lo no futuro e que tipo de situação vocês está compartilhando.

Cuidado nunca é demais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?